Marketing de conteúdo e suas estratégias para fidelizar clientes

Marketing de Conteúdo
  1. Início
  2. Marketing de Conteúdo
  3. Marketing de conteúdo e suas estratégias para fidelizar clientes

Uma das consequências da popularização da internet é a exigência em relação aos conteúdos, o que ocasiona táticas como marketing de conteúdo, que são implementadas pelas empresas. 

Nesse cenário, o marketing voltado a conteúdo é considerado uma solução, em especial, por visar a elaboração de materiais consistentes e relevantes para atrair a audiência.

A partir desse ponto, também é possível alcançar um melhor engajamento e conduzir o cliente em potencial para a concretização da compra.

Conforme será visto ao longo do texto, o marketing de conteúdo reúne diversos benefícios, com ênfase na fidelização de clientes.

Porém, nesse momento é interessante abordar a versatilidade proporcionada por esse tipo de método.

Basta considerar que abrange muito mais do que produzir artigos para sites, uma vez que se apresenta como um dos principais pilares de outras estratégias no marketing digital.

Como por exemplo, o e-mail marketing, o inbound marketing, as técnicas de pesquisa chamadas de Search Engine Optimization ou SEO, entre outras possibilidades.

Essa característica é apontada justamente para que se perceba que o conteúdo tem grande importância em uma empresa.

Pois está presente desde a construção de uma mensagem a ser enviada por e-mail até fatores associados com a otimização para alcançar um posicionamento melhor nos mecanismos de busca.

Naturalmente, a fidelização é alcançada a partir de técnicas como essas que são capazes de fornecer experiências positivas para os clientes ao atender suas necessidades com precisão.

A seguir, confira as principais alternativas que podem ser exploradas no marketing de conteúdo para que a fidelização seja alcançada.

Leia também:

Influenciador Digital: Como escolher certo?
Marketing Digital e Mídias Sociais quais são as diferenças?

A ligação do marketing de conteúdo com a fidelização

Entregar materiais valiosos é uma premissa de destaque quando se trata do marketing de conteúdo.

Devendo ser atendida independente dos responsáveis estarem associados a uma agência de marketing ou com um time dessa área na própria empresa.

Entre os pontos que são trabalhados e estão a favor da fidelização, é possível citar:

Brand awareness

O reconhecimento da marca certamente faz toda a diferença para cultivar a fidelização.

Basta imaginar, por exemplo, que há grandes chances de um leitor de um blog de uma empresa da área de pets, que necessita do serviço de banho e tosa gato, enxergá-la como solução.

Afinal, é uma empresa já conhecida e o brand awareness trata justamente desse ponto, do reconhecimento da marca.

Ao analisar a competitividade do mercado, esse conceito tem um lugar de destaque, pois o usuário pode apresentar maiores chances de recorrer a uma marca com a qual já se identifica e que de certa forma tem afetividade.

Por essa razão, ao gerar conteúdo para blog e outros meios, é importante que a experiência do usuário seja o foco, sendo a concretização da compra uma consequência.

Engajamento

É válido abordar que os diferentes meios em que o marketing de conteúdo é empregado contribuem com que os clientes em potencial e consumidores tenham mais interações com as marcas.

Por meio do engajamento, um relacionamento mais próximo é conquistado e a partir desse ponto, o consumidor tem chances significativas para se tornar um grande parceiro para a empresa.

Por exemplo, no caso de uma marca que trabalha com bem nascidos para maternidade, ao conhecer outras pessoas que necessitam desse tipo de serviço, o cliente que já possui um relacionamento próximo com essa marca pode facilmente recomendá-la.

Da mesma forma que há grandes chances de que os conteúdos da empresa sejam compartilhados de forma espontânea no dia a dia devido a percepção positiva construída.

Sendo assim, se pode dizer que funciona como um tipo de colaboração, o que contribui ainda mais para que a importância da fidelização seja visualizada.

Mais conhecimento

Entre a diversidade de materiais produzidos no marketing de conteúdo estão itens como e-books, cursos, vídeos e artigos valiosos, certo? É válido dar ênfase no quanto que esses recursos podem ser enriquecedores para os clientes.

Afinal, um cliente em potencial preenche determinado formulário para obter um e-book ou acessar um conteúdo exclusivo por e-mail, porque tem necessidade daquele conhecimento, ou seja, agrega valor em sua vida.

Por exemplo, um cliente em potencial que faz o download de um e-book com dicas de preservação e higienização bancos automotivos de uma empresa do setor veicular.

Ele não só terá maiores chances de seguir essa trajetória de compra, como também obterá conhecimento e é algo significativo.

Esse tópico reforça a vantagem de educação de mercado abordada quando se trata dessa estratégia, sendo uma grande vantagem, afinal, não é sempre que os consumidores possuem grande conhecimento sobre o produto ou serviço que necessitam.

Ao citar a obtenção do conhecimento, é interessante notar que pode estar atrelado não apenas com consumidores em potencial, mas com pessoas que já se tornaram clientes.

Nesses casos, a praticidade pode ser observada também a favor da empresa, uma vez que ao surgir algum tipo de necessidade atrelada ao produto ou serviço, os conteúdos valiosos disponibilizados podem ser checados.

Impacto na decisão de compra

O fornecimento de informações que possam estimular ou contribuir com a decisão de compra, pode ou não estar associado com o tópico anterior. 

Afinal, dependendo do tipo de material, é possível tanto tomar uma decisão com maior facilidade, quanto aprender informações realmente úteis.

O fato é que a partir do momento em que o consumidor enxerga a empresa como uma fonte segura para a obtenção de dados e decisões assertivas, existem maiores chances de retorno.

Para o fornecimento de informações voltadas para escolhas melhores, por exemplo, uma oficina de pintura automotiva pode investir em direcionamentos que contribuam com avaliações mais críticas e planejamentos.

Como planejar uma estratégia de conteúdo?

Para que resultados positivos sejam alcançados, naturalmente, é indispensável garantir que o marketing de conteúdo seja aplicado corretamente.

Entre os diversos aspectos importantes nesse cenário, o planejamento não deve ser deixado de lado, afinal, é decisivo para que se obtenha uma orientação clara dos passos a serem seguidos ao longo da execução da estratégia.

Nesse ponto, são estabelecidos fatores cruciais que serão tratados de uma forma mais profunda, tais como:

  • Abordagem;
  • KPIS;
  • Canais utilizados;
  • Palavras-chave.

Estabelecer uma abordagem adequada depende de inúmeros fatores, mas se destaca a necessidade de conhecer a audiência.

Para isso, é fundamental ter o público-alvo e a persona bem definidos, sendo que o primeiro conceito está predominantemente associado com aspectos socioeconômicos e demográficos.

Enquanto o segundo permite o levantamento de dados mais humanizados e consequente, um direcionamento mais preciso.

Os KPIS possuem uma grande relação com as metas da corporação, pois correspondem aos indicadores-chave da performance. 

Portanto, basta imaginar que a partir do ponto que um laboratório que trabalha com prótese dentária flexível e alinha adequadamente os objetivos com o que deve ser analisado nos resultados, é possível fazer análises mais adequadas.

Esse cenário se enquadra em qualquer empreendimento e entre os principais KPIS, é possível citar o tráfego, a receita total, taxa de conversão, origem do tráfego, entre outras possibilidades.

Em relação aos canais usados, naturalmente, a persona de uma empresa que comercializa guardanapo decorado de papel será mais ativa em meios distintos do que perfis de outros segmentos.

É nesse tipo de variação que as empresas devem ter atenção para garantir que estejam presentes onde a persona está.

Conforme abordado, as opções são variadas, como um blog atrelado ao site da empresa, redes sociais, e-mail e sites. Independentemente do meio escolhido, é preciso ter certeza que existirá um bom planejamento e dedicação.

Afinal, um problema muito comum é a falta de atualização e postagens superficiais, que comprometem o cultivo da relação com a audiência e consequentemente, as chances de fidelização.

A partir da definição do público-alvo e da persona, assim como objetivos da empresa, há possibilidade não só de detectar com maior precisão uma melhor abordagem e os canais para empregar o marketing de conteúdo, como também a temática.

Em prol da otimização do material, é interessante realizar um estudo para identificar as palavras-chave de maior relevância e com um melhor volume para a aplicação devido a diversidade.

Uma vez que os interesses, como treinamento funcional para idosos, podem ser escritos de formas variadas.

Para entender a importância de usar as palavras-chave, é válido citar que são os termos empregados pelos usuários no momento de realizar uma pesquisa.

Sendo assim, se pode concluir que há pontos que apresentam grande relatividade no marketing de conteúdo, o que reforça a questão de que não há um padrão a ser seguido para alcançar a fidelidade dos clientes.

No entanto, seja em uma empresa que comercializa cinta pós cirurgica lipoaspiração ou de qualquer outra área, o potencial é notável.

Basta que as ferramentas mais adequadas sejam utilizadas e principalmente, que profissionais devidamente preparados estejam a frente de cada etapa da estratégia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Menu